Brownie

Eu, sinceramente, estou experimentando a receita pela primeira vez. Como é simples e rápido, aí está
Ingredientes:
3 ovos grandes, inteiros
1 xícara (chá) de açúcar (usei o granulado)
100 g de manteiga amolecida
2 xícaras (chá) de chocolate em pó (50% cacau)
1 xícara (chá) de farinha de trigo peneirada
Meia colher (chá) de fermento em pó
Uma pitada de sal
Meia xícara (chá) de óleo
Preparação:
Unte uma assadeira retangular média; pré aqueça o forno a temperatura média baixa (180°C).
Numa tigela bata os ovos, o açúcar e a manteiga com a batedeira. Desligue e acrescente o chocolate (para não fazer uma nuvem de pó, mexa com uma espátula para misturar no creme), o sal, a farinha e o óleo. Por último o fermento. Dá até pra bater à mão, ok? Despeje a massa na assaseira, nivele, leve para assar por cerca de 30 minutos.
Vez ou outra, mas nunca antes dos 20 minutos (regra de ouro dos bolos), verifique com um palito se formou uma casquinha crocante no topo. Ele deve abaixar um pouco, mas é próprio do brownie.
Ele deve ficar molinho por dentro com uma casquinha por fora.
Corte em quadrados depois de frio.
Como disse, é uma receita simples para quem, como eu, nunca fez. Depois desta você incrementa com “outras cositas”!(Me lembrei de um episódio de uma série, que as mães de uns adolescentes pegaram para comer o brownie que eles tinham feito e colocado canabis na massa: elas ficaram rindo, rindo, não sabiam porque… Não fazendo apologia às drogas, ok?)


Anúncios

Chocolate Natalino


Sobraram nozes, amêndoas, castanhas, uva passa, etc… Sobrou 500 g de cobertura fracionada sabor chocolate ao leite… Fiz esta receita que aprendi num livro americano e na TV.
Pique as frutas e castanhas, coloque a metade no fundo de um refratário forrado com papel manteiga untado.
Derreta o chocolate no microondas, com cuidado para não queimar (30 seg, mexe, mais 30 seg, mexe, até homogeneizar).
Derrame o chocolate derretido sobre as castanhas picadas e cubra com a outra metade, ajeitando um pouco com a mão.
Deixe fora por uns 15 minutos e depois uns 10 minutos dentro da geladeira. Retire e depois corte com uma faca afiada em quadrinhos.



Sobremesa de Abacaxi

Você vai encontrar diversas opções desta sobremesa na web. Estou mostrando a que fiz pro final do ano de 2017, ano de muitos abacaxis na política brasileira. Este, pelo menos, é bom! Você vai precisar de:
Um abacaxi fresco, médio, cortado em cubinhos, sem o miolo e a casca;
2 pacotinhos de gelatina de abacaxi;
3 colheres (sopa) de açúcar;
Meia xícara (chá) de água;
1 lata de leite condensado;
2 caixinhas (400 ml) de creme de leite;
Preparação:
Cozinhe os cubinhos de abacaxi com a água e o açúcar, por uns 10 minutos, para reduzir um pouco a água.Junte as gelatinas, misture para dissolver, acrescente o leite condensado e o creme de leite. Desligue o fogo, coloque numa forma untada e depois de frio leve para gelar por no mínimo 4 horas.
Se não quiser tão doce, use metade do leite condensado.
Desenforme para servir.

Torta de maçã

Receita muito parecida com a de minha avó Beth, enviada por Lucia Cristina P. Rik, em 08/11/06. Aproveitei a massa e fiz do “nosso jeito”.
Massa:
250 g de farinha de trigo (2 xícaras de chá cheias)
70 g de açúcar (3 col sopa cheias)
150 g de manteiga ou margarina sem sal
3 gemas
1 col (chá) fermento em pó dissolvido em 1 col (chá) de vinagre (*)
Recheio:
5 maçãs ácidas raladas ou fatiadas fininhas
100 g de açúcar
1 col (chá) canela em pó
1 col (sopa) suco de limão
Raspas da casca do limão
50 g de passas (um punhado).
Prepare a massa, misturando todos os ingredientes numa tigela, de modo à massa soltar das mãos (fofa mas firme). Leve para gelar por 1 hora.
Misture os ingredientes do recheio noutra tigela e reserve.
Preparação:
Pré aqueça o forno a 180°C, unte uma assadeira média.
Abra a metade da massa, deixando-a bem fininha e forre a forma, fundo e laterais. Pode ser que a massa seja difícil de colocar inteira, mas pode ajeitar os pedacinhos.
Coloque um pouco de farinha de rosca na massa para absorver o excesso de líquido do recheio, depois coloque as maçãs fatiadas e as passas e por cima a outra metade da massa, também aberta fininha. Tente fechar as bordas. Não precisa pincelar nada por cima.
Leve para assar por cerca de 25 minutos, até começar a dourar as bordas e um pouquinho a cobertura.
Deixe esfriar, coberta com um guardanapo. Depois de fria, corte em losangos ou quadrados. É bem delicada.

(*) Este acréscimo é da receita da vó, a massa fica mais fofa.

35 anos do QFO – Quadro Feminino de Oficiais da Aeronáutica


A primeira Turma do QFO comemorou no dia 9 de dezembro de 2017 em São Paulo, SP, seus 35 anos de criação.
Nossa turma recebeu o nome de Demoiselle, em homenagem ao lindo aeroplano de Santos Dumont, cujas linhas são admiradas por sua delicadeza.
Abrimos o caminho para que outras mulheres pudessem se colocar no campo de trabalho, antes tido como exclusivamente masculino. Sofremos injustiças, preconceito, discriminação, mas hoje vemos que nosso esforço em mostrar o valor do trabalho feminino nas Forças Armadas valeu a pena.
Hoje, 35 anos depois, estamos todas na reserva remunerada. Trabalho cumprido, hora de partir para outras aventuras.

 

Sebastian, Momo e Nicola

Depois que Bruce se foi ficamos muito mexidas, entendemos que ele viveu bastante e nos deu muitas alegrias, mas também estava sofrendo muito, de forma que sua passagem foi até um alívio para ele.
Aguentei um ano sem pensar em nenhum gatinho, até que apareceram um a um os meus três novos “netos”, primeiro o Sebastian:img_20171205_081333321~2495601781..jpg
Depois o Momo:img_20171216_101339278415627406.jpg
img_20171211_1853219711496289065.jpg
E agora o Nicola:img_20171121_172953672837789703.jpg
Por sinal, dia 24 de dezembro faremos um aniversário simbólico de Momo, pois a idade é presumida.
Então é Natal e eles já dominaram a casa!

Bischofsbrot – Pão do Bispo

Uma receita que minha avó sempre fazia para a ocasião do Natal. É feito em forma de bolo inglês e cortado bem fininho, pois fica firme. Quando tirei esta foto ainda não tinha a forma e usei mesmo uma de pudim média, untada e enfarinhada, que dá o mesmo design no final das contas. Eu me sinto responsável por divulgar as receitas de família e faço com muito gosto, pois é típica e não é complicada.
Basicamente, a massa é como um pão-de-ló.
Massa:
5 ovos separados,claras em neve.
5 colheres(sopa)de açúcar, pode ser o granulado ou o demerara.
5 colheres(sopa)de farinha de trigo comum.
1 colher(sopa) de canela em pó.
1/4 de colher(chá) de noz moscada.
1/4 de colher (chá) de cravo moído.
raspas da casca de um limão ou de laranja.
1 xícara e meia xícara (chá) de frutas secas picadas (amêndoas, castanhas, nozes, avelãs, damascos, tâmaras, figo…enfim…tudo o que sobrou um pouquinho, misturado mesmo!)
1 colher (sopa) de fermento em pó.
Preparo:
Pré-aqueça o forno à temperatura média de seu forno (180°C), unte uma forma de bolo inglês ou de pudim e enfarinhe.
Bata as gemas com o açúcar, acrescente uma a uma as gemas, alternando com a farinha. Fica firme. Coloque as especiarias e mexa bem para pegar o aroma e cor característicos.
Delicadamente incorpore um pouco das claras em neve, depois a xícara e meia de frutas picadas e o fermento e no final o restante das claras.
Asse por uns 25 a 30 minutos (faça o teste do palito) e depois de morno desenforme. Corte-o depois de frio em fatias finíssimas e as arrume num bonito prato, decorando a seu gosto.
Pão do Bispo 8

Mézeskalács (biscoitos de mel)

25439038_1872133102801665_5174619684595565588_o
O mézeskalács (pronuncia-se mêzéch côláts) é uma tradição no Natal da Hungria. São biscoitos de mel deliciosos e podemos encontrar inúmeras receitas na internet. As artistas da decoração de biscoitos fazem desenhos e pinturas que são verdadeiras obras de arte. Mas como este não é meu caso, segue uma receita que experimentei e aprovei, de Margó Rupanér-Gallé.
Aliás, vou repassar a metade da receita, que já rendeu muitos biscoitos.
MEIA RECEITA:
500g a 600g de farinha de trigo peneirada (vai depender muito do tipo de farinha)
150g de açúcar (usei o comum mas pode ser o demerara)
1 e meia colher (chá) de bicarbonato de sódio
150g de manteiga sem sal à temperatura ambiente (ou manteiga mais margarina)
125ml de mel de boa procedência
2 ovos
cerca de 1 colher (sopa) de especiarias: 1 colher (chá) de canela em pó, 1/4 (chá) de gengibre em pó, pitada de cravo em pó, pitada de anis, 1/4 (chá) de noz moscada.
uma pitada de sal
essência de baunilha, raspas de casca de limão.
Bata a manteiga com o açúcar para ficar um creme, acrescente os demais ingredientes, deixando a farinha por último e aos poucos para dar o ponto. A massa deve ficar macia.
Envolver a tigela em filme plástico e levar para gelar de um dia para outro. A massa vai ficar mais fácil para abrir e cortar desta maneira.
Abra pequenas porções de massa em superfície enfarinhada, espessura 0,5 cm, corte com cortadores (truque: enfarinhe os cortadores), coloque os biscoitos em forma untada e asse em forno 180°C por 5 minutos (assam muito rápido mesmo). Deixe na assadeira até amornarem e só então retire.
Uma dica importante: não manuseie muito a massa, pois começa a alterar a estrutura, soltando óleo. Sempre que houver as sobras da massa, deixe de lado e abra nova massa: só depois de todas as porções abertas volte a usar as rebarbas, misturando com a ponta dos dedos e abrindo normalmente.
Outra dica: não use a manteiga muito mole pois você vai perder o ponto da massa, achando que está muito mole e vai colocar muita farinha.
Mais outra dica: experimente a temperatura do forno em relação à espessura do biscoito, levando alguns para assar no tempo de 5 minutos; verifique se não ficam muito morenos, pois assim amargam; basta levantar o biscoito e ver se está cor de âmbar no fundo.
Boldog Karácsonyt! Feliz Natal!

Kefir

Comecei a cultivar o Kefir de leite em casa, pois há tempos procurava um probiótico natural para melhorar minha saúde em geral.

Conheci o Kefir de leite por artigos na internet (estão vendo? internet também tem coisa boa para mostrar). Quem quiser conhecer mais sobre o “bichinho do iogurte”, acesse o site: http://www.kefir.com.br

Aqui estão os produtos que fiz com o Kefir de leite: iogurte natural, cream cheese, aproveita-se o soro para fazer bolos (é o Yakut sem açúcar) e este fofíssimo bolo de côco:

A receita do bolo de côco:

3 ovos grandes inteiros batidos com 1 e1/2 xícara (chá) de açúcar orgânico (ou demerara ou granulado) até ficar fofo. Acrescente 3 colheres (sopa rasa) de manteiga ou margarina sem sal à temperatura ambiente, continuando a bater. Junte 2 colheres de sopa de leite em pó, 1 xícara não cheia de soro do Kefir de leite (se não tiver, use 1 copo de iogurte natural ou coalhada), 1 colher de chá de essência de côco, meia xícara de chá de côco ralado seco, uma pitada de sal e 2 xícaras (chá cheia) de farinha de trigo, sempre batendo. Por último, acrescente 1 colher de chá cheia de fermento em pó (não precisa mais do que isto). Asse em forma de buraco, untada, em forno médio (180°C), por cerca de 25 minutos (dependendo do seu forno). Deixe mais 10 minutos no forno apagado, para terminar de assar. Desenforme depois de morno. O meu ficou com a bordinha levemente castanha em relação ao bolo por cima, mas desenforme muito bem.

Bolo de Bananas

Enviada por Hilma Mainart, que a recebeu de Rita de Cássia
4 bananas nanicas maduras
3 ovos grandes
1 xícara (chá, rasa) de óleo.
3 xícaras (chá) de farinha de rosca (pão torrado e moído)
1 xícara (chá, cheia) de açúcar (demerara, orgânico ou mascavo claro)
1 colher (sopa) de fermento em pó.

Preparo:
Pré aqueça o forno a 180°C, unte uma forma retangular média.
Bata os 3 primeiros ingredientes no liquidificador. Junte numa tigela aos demais ingredientes, misturando com uma colher.
Asse por cerca de 25 minutos. Deixe no forno desligado mais 5 minutos.
Polvilhe açúcar com canela por cima.

 21950171_1788165997865043_7350484631272023505_o