Por que gosto da série “Os Pioneiros”.

(imagem retirada do blog revistatvseries.blogspot.com)

Os Pioneiros foi uma série lançada nos anos 1970, que teve 9 temporadas e terminou em 1983. Sob a direção e atuação de Michel Landon, o seriado que está sendo reprisado no canal TCM, trata de uma família nos EUA, no oeste, após a segunda metade dos anos 1800 (pós a guerra civil americana). Como colonizadores, eles contam com a união da família e dos amigos para enfrentarem as dificuldades.

Michel Landon trabalhou com o tema “família”, com valores morais e éticos que não temos mais o prazer de vivenciar.

Mostrou a rudeza do campo e a simplicidade da vida daquelas pessoas, que encontravam em sua religião um bálsamo contra as mazelas.

Eu gosto da série não por ser religiosa, por ser quadradona, por ser retrógrada, mas porque é bom ver união de vez em quando, gratidão sem fanatismos.

As ideologias políticas cacetes, os falsos intelectuóides, as lutas de classes incutidas nos povões que se comem uns aos outros ao invés de se ajudarem não me trazem Paz de Espírito.

Assim como o fanatismo religioso, o “ateísmo” também é manipulado. Nenhum destes extremos deu Paz a qualquer um que fosse seu seguidor, não consolou quem verdadeiramente precisava do amparo: só os fez se angustiarem mais e mais.

E nenhuma tendência atual da programação televisiva me acrescenta nada que me faça crescer como pessoa. Vampiros, peruas, adolescentes drogados e rebeldes, “reality shows” mostrando medíocres frustrados tentando subir na vida…Chega disso, gente! Para ver porcaria, vou à fazenda ver o chiqueiro.

O telespectador merece mais do que esses BBB da vida, merece cultura geral (e não de ideologia política, como se tornou a programação da TV Cultura atual), merece ver o mundo além de seu umbigo.

E enquanto não temos nada que valha a pena, fico com as reprises do Chaves e dos Pioneiros, que pelo menos não entram em minha casa sem pedir permissão e emporcalham meus olhos e ouvidos , como as coisas da Globo, SBT, Record, Bandeirantes e tudo mais.

O mundo é muito mais do que o funk e o pagode afirmam que é.

Querem conhecer ou relembrar as séries antigas? Sugiro o excelente blog de Fernanda Furquim e Marta Machado :

revistatvseries.blogspot.com

veja.abril.com.br/blog/temporadas

Anúncios

Comente aqui

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s