Cozinhando no papelote: opção de prato saudável

Minha medida para controlar o consumo de frituras fica permanentemente sobre a pia da cozinha: um vidro de conservas, com os restos do óleo das frituras que fiz, olhando para mim até quando chegar a ficar cheio (então o enrolo em um saco e o despacho para reciclagem).
O ser humano ADORA frituras, eu sou ser humano, eu adoro frituras! Só que não devo e não posso mais. Então, uso de meu livre arbítrio e tento substituir o máximo possível de alimentos fritos por assados, cozidos ou feitos como do título da postagem (Eta! como enrolou para chegar até aqui, mulher!), preparados em papelote.
O peixe é o preferido para isso, pois sua carne macia fica prontinha em alguns minutos e pega bem os temperos. Já postei sobre peixe no papelote, então não vou me repetir.
Mas quero reforçar que vale a pena preparar um pacotinho com o filé de peixe, mais algumas ervas aromáticas (salsa, cebolinha, manjerona ou manjericão), tomates, cebolas e pimentões em fatias, ou outros vegetais (tiras de repolho, de acelga,…). É só temperar, fazer um pacotinho com papel manteiga ou papel laminado e colocar para cozer em vapor por 5 minutos de cada lado. Almoço de solteiro, de homem solteiro eu diria, pois se quiser nem prato precisa sujar (pode ser comido no papelote mesmo e depois jogar fora!).
Sem contar com o ganho para a sua saúde, pois não vai comer excesso de gordura, ou para a harmonia de sua casa, pois não vai ficar com mau cheiro da fritura.
Depois, para compensar, caia de boca numa fatia de torta de chocolate…não está mais aqui quem falou…

Anúncios

Comente aqui

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s