Macarrão com queijo e cogumelos (receita sem foto)

Macarrão sem queijo é igual a amor sem beijo.
Meus avós faziam um macarrão com muçarela derretida que a gente comia ajoelhado. Depois de grande, apareceram na TV as receitas americanas e o famoso mac&cheese deles, que é prático e funciona muito bem. Esta minha versão é também fácil e gostosa.
250 a 300 g de macarrão curto (tortinho, parafuso, gravatinha, caracol) de boa qualidade (não estou ganhando dinheiro com isso, mas a Barila tem um pacote mais popular que costumo comprar no dia a dia, pois está quase o mesmo preço que o nosso)
1 bandejinha de cogumelos frescos (ou outro de sua preferência)
meia cebola picada
1 lata de creme de leite
1 xícara (chá) de leite comum
100 g de queijo montanhês ralado (ou outro mole, como muçarela, estepe, gouda, prato…vai do momento e do bolso)
50 g de queijo parmesão ralado
3 colheres (sopa) de óleo
sal a gosto
Refogue no óleo a cebola picada.Pique os cogumelos e acrescente, refogue mais um pouco. Junte o creme de leite e os queijos e mexa para incorporar, mantendo em fogo médio. Junte o leite aos poucos para diluir um pouco o creme e se achar que está ainda muito grosso coloque mais leite.Prove o sal do creme e se necessário coloque um pouco mais (é preferível menos que mais!).
Enquanto está preparando o creme, cozinhe o macarrão em bastante água com um punha do de sal e quando estiver cozido mas firme retire.
Misture o creme de queijo ao macarrão e sirva quente.
*Quer colocar no forno e gratinar? Pode ser, espalhe um pouco de parmesão ralado por cima e leve ao forno quente (200ºC) por 15 minutos para gratinar.
**Falei do macarrão com muçarela, deu vontade? Então, cozinhe o macarrão curto (tortinho ou parafuso) e quando estiver “all dente” escorra quase toda a água do cozimento, mas deixe um pouquinho no fundo da panela (vai voltar ao fogo baixo), junte 300 g a 500g de muçarela que derreta bem, picadinha ou ralada, sobre o macarrão e misture delicadamente. Tampe a panela um minutinho para que o vapor da água que restou derreta o queijo. Eles (meus avós) não faziam com creme de leite, mas use de “licença poética” e acrescente, se gostar.
Mangia che te fa bene.