Buche de Noel – Tronco de Natal

dezembro13 025
Trata-se de um rocambole preparado para a ocasião do Natal e é moldado em forma de tronco de árvore. O meu levou paçoquinha na massa do pão-de-ló, mousse de creme de avelãs no recheio e foi enfeitado com ganache e frutinhas (groselhas).
Pão-de-ló:
6 ovos separados, claras batidas em neve firme
6 colheres (sopa) de açúcar
3 paçoquinhas de rolha esfareladas e mais 4 ou 5 colheres (sopa) de farinha de trigo, o bastante para preencher uma xícara de capacidade de 250 ml.
2 colheres (sopa) de chocolate em pó ou cacau
1 e 1/2 colher (chá) de fermento em pó
pitada de sal
essência de sua preferência (baunilha, rum, avelã, chocolate…)
Mousse de avelãs:
1 xícara (250 ml) de creme vegetal para bater chantili, tipo Hu-lá-lá, Amélia..-> Bater até obter consistência leve
1/2 pote de creme de avelãs com cacau (190 g)
Misture o chantili com o creme; isso irá emulsionar a mistura e formará uma mousse, que deverá ser macia suficiente para ser espalhada; se ficar muito dura adicione às colheradas creme de leite ou o creme vegetal não batido. Reserve.
Ganache:
170 g de chocolate meio amargo
1 caixinha de creme de leite ou creme vegetal para chantili
Derreta o chocolate no microondas (1 minuto em PA), deixe esfriar um pouco e adicione o creme de leite aos poucos até obter o ponto de espalhar sobre o rocambole. Reserve.
Preparo:
Pré-aqueça o forno a 180º C, unte uma forma retangular (30 X 40 cm) e forre o fundo com papel manteiga untado. Reserve.
Bata as gemas com o açúcar para formar um creme fofo e esbranquiçado. Junte às colheradas a mistura de farinha e paçoquinha, mexendo com a colher. Adicione o sal, a essência e o chocolate em pó, misturando.
Adicione 1/3 das claras em neve à massa, misture para torná-la mais fácil de manusear e aos poucos coloque o restante das claras em neve, sempre com cuidado para não “desmontar” a estrutura da massa. Coloque o fermento em pó e misture levemente; espalhe a massa na forma forrada, bata-a levemente na mesa para as bolhas de ar subirem e leve a assar por cerca de 15 minutos, quando então as bordas do pão-de-ló começarão a se soltar.
Retire do forno e vire-o sobre um pano de pratos polvilhado com açúcar. Tire o papel manteiga e com cuidado enrole-o com o pano, deixando na forma de rocambole até esfriar. Você poderá enrolar no sentido do comprimento ou da largura, dependendo da forma e tamanho que quiser deixar seu rocambole.
Depois de frio, desenrole a massa e espalhe por cima a mousse de avelãs (seja generosa: é Natal!). Enrole novamente com cuidado e coloque o rocambole no prato de servir.
Proteja as laterais do prato com tiras de papel manteiga, pois agora você cobrirá o “tronco” com a ganache, formando riscos e falhas características. Retire o papel, enfeite com frutinhas e deixa na geladeira até a hora de servir.

dezembro13 026

Anúncios

Pão de Mel

outubro13 005
Esta receita foi passada pela culinarista e chocolatier Dalva Zanforlin, que deu uma excelente aula gratuita no site EduK, sobre chocolates.
Fiz os pães de mel, que ficaram ótimos!,mas cometi o erro de preparar uma receita inteira (rende 40 unidades) e eu só dispunha de 12 forminhas de mini bolos. Para não perder a massa, coloquei o restante em uma forma de bolo inglês e foi um sucesso! Agora, farei assim para colocar na mesa do Natal ou para presentear um amigo especial! E também as unidades menores pra venda, é claro.
Receita, com a licença da Dalva:
Massa:
3 xícaras (chá) de farinha de trigo peneirada
1 e meia xícara (chá) de açúcar mascavo escuro, molhadinho.
1 xícara (chá) de mel
1 xícara (chá) de leite
4 ovos inteiros
3 colheres (sopa) de manteiga ou margarina
1 xícara (chá) de chocolate em pó 50% cacau (não use achocolatado, pois fica ruim)
1 colher (sobremesa) de bicarbonato de sódio
1 pitada de sal
1 colher (chá) de aroma de baunilha ou nozes
1 colher (sopa) de especiarias diversas (misture canela, noz moscada, cravo, gengibre) ou de mix para pão de mel, comprado em lojas especializadas.
Recheio:
500 g de doce de leite de boa qualidade
gotas de essência de laranja ou 3 colheres (chá) de licor de laranja ou raspas de laranja desidratada
Cobertura:
500 g de cobertura fracionada sabor chocolate meio amargo
Modo de preparar:
Pré-aqueça o forno a 180ºC e unte 30 a 40 forminhas de pão de mel ou de mini bolo.
Bata os ovos com a manteiga e o açúcar e aos poucos, alternadamente, vá acrescentando os demais ingredientes, deixando o bicarbonato de sódio por último.
Para facilitar a colocação da massa nas forminhas, use um saco de confeitar, enchendo somente até a metade da forma, pois o pão cresce muito.
Coloque as forminhas em uma assadeira de base baixa (as de pizza), para facilitar o manuseio, e leve a assar por cerca de 15 a 20 minutos, dependendo do seu forno. Deve ficar bem assado. Não se preocupe pois o pão fica firme mas tenro por dentro.
Depois de frio e desenformado, parta os pães de mel ao meio no sentido horizontal e recheie com doce de leite (ou até com brigadeiro mole!), fechando as metades como um pequeno sanduíche.
Derreta a cobertura picada, conforme as instruções do fabricante (normalmente 1 minuto no microondas, desligando e mexendo para amolecer; se necessário, mais 30 segundos; mexa para esfriar um pouco e empregue).
Faça “banho de imersão” nos pães de mel, um a um, retirando-os com o garfinho especial (eu, que não tinha, usei um garfo grande de dois dentes) e deixando secar sobre papel manteiga. Depois de seco, cerca de 1 ou 2 horas, dependendo do clima, pode-se embalar.
Rende 30 a 40 unidades e a validade é de 7 dias.
O que fiz, maior, deu certo também e parti ao meio (corte sagital, diriam os cirurgiões de plantão), recheei com doce de leite aromatizado e joguei por cima cobertura de chocolate meio amargo como base e cobertura de chocolate branco para enfeitar, com confetes de chocolate par colorir (afinal, é Natal!), Comemos as fatias com sorvete de creme, neste calor infernal que está fazendo na primavera de 2013 em S.Paulo!
Penso que pode ser feito em assadeira retangular e depois cortado em quadrados ou círculos e as sobras aproveitadas para se fazer “cake pops” cobertos de chocolate, que tal?
outubro13 010

Cupcake de Ovomaltine

Deixe as crianças prepararem e decorarem estes cupcakes super fáceis.

setembro 001
Pré-aqueça o forno a 180ºC; separe seis(6) forminhas de papel.
Misture numa tigela: 1 xícara (chá) de farinha de trigo+ 1 colher (chá rasa) de fermento em pó+ 2 colheres (sopa) de Ovomaltine (alimento maltado com sabor de chocolate)+ 2 colheres(sopa) de açúcar.
Em outra tigela misture 1 ovo inteiro+ três(3) colheres (sopa) de óleo vegetal+ 2 colheres (sopa) de leite. Coloque esta mistura na tigela dos ingredientes secos e misture.
Coloque a massa nas forminhas (com colher ou com pegador de sorvete), somente até a metade e asse por cerca de 20 minutos.
Cubra com requeijão cremoso ou com doce de leite em pasta.
setembro 002
setembro 003

Bolo de mexerica, versão simplificada

abril2013 073
Fiz uma versão simplificada do Bolo de Mexericas da Claudia e da Izolina, que já rolou pelo Facebook e foi aprovada pelas amigas. Se quiser experimentar, será um prazer compartilhar a receita com você!
Pré- aqueça o forno à temperatura média e unte e enfarinhe uma forma média de buraco.
Bata no liquidificador:
1 mexerica grande picada, sem o branco central e sem as sementes (use a que você tiver, seja carioca, polkan, bergamota, tangerina…)
3 ovos grandes ou 4 pequenos, inteiros
meia xícara (chá) de óleo
1 e 1/2 xícara (chá) de açúcar (pode ser o refinado ou o mascavo)
Desligue o motor e acrescente 1 xícara (chá) de farinha de trigo, bata um pouco, desligue e acrescente mais 1/2 xícara (chá) de farinha, batendo novamente. Verifique o ponto da massa: se estiver muito aguada, coloque mais meia xícara (chá) de farinha. Se ficou um pouquinho mais grossa que a massa de panquecas está bom. Desligue o motor e acrescente 1 colher (sobremesa) de fermento em pó, misturando manualmente.
Coloque a massa na forma e leve para assar por 30 a 35 minutos (depende do seu forno…).
Deixe amornar para retirar da forma e polvilhe açúcar de confeiteiro ou calda de laranja por cima.
Se quiser usar farinha integral, use meio a meio com a farinha comum.
Não experimentei, mas acredito que também fica bom feito com amido de milho e farinha de arroz (sem gluten).

Sugestão para o sorvete nosso de cada dia: calda de vinho.

Já preparei a deliciosa calda de vinho que a amiga Tania Saj me ensinou a fazer.
Está na geladeira, numa garrafinha (decanter) que será levada ao jantar de Natal e jogada generosamente sobre o sorvete de creme.
Aproveite um vinho bem comum, baratinho mesmo (aquele que você ganhou mas não tem coragem de beber…) e faça a calda assim:
1 garrafa (1 litro ou 750 ml) de vinho de mesa simples
1 e meia xícara (chá) de açúcar cristal ou granulado
1 pau de canela
alguns cravos-da-Índia ou 1 anis estrelado
Coloque tudo em uma panela e deixe em fogo médio até reduzir à metade (ou um pouco menos). Pronto, só isso! Leve a gelar e use em sorvetes ou em mousses (Mousse de iogurte).