Flores de Melão e Morangos

Há quatro dias faz muito calor em São Paulo, além de baixa umidade do ar.
Sem vontade de comer, uma frutinha ou outra sempre desce bem.
Aproveitei o melão e os morangos que tinha e fiz “flores de fruta”, para comer rapidinho.

Use um melão bem docinho, aquele que você mais gostar (amarelo, verde, laranja) e uma bandeja de morangos pequenos e vermelhos. Parta o melão ao meio e retire as sementes e a polpa fibrosa; corte uma ou duas fatias de 1 a 2 cm de espessura e com um cortador de biscoitos (flor, estrela ou outra forma) faça as formas da  “pétala”; mantenha a parte do melão que não utilizou como base; fixe os morangos lavados no melão com palitos, formando uma cesta de frutas.

 

 

 

 

Fica bem bacana para decorar uma mesa de uma reunião improvisada, ou para decorar alguma sobremesa.

Use os cortadores de biscoito que tiver e os melões que mais gostar, formando uma cestinha colorida e saudável.

Anúncios

Sorvete de Iogurte com Nozes, Amoras e Mirtilos


Ingredientes:
350 g de nata (creme de leite com 48% de gordura)
2 potes de iogurte natural (380g)
3 colheres (sopa) de açúcar de confeiteiro
50 g de nozes picadas e levemente tostadas
100g de biscoitos folhados doces, triturados rusticamente
100g de amoras frescas
100g de mirtilos frescos
1 colher (chá) de essência de baunilha
Modo de preparar:
Misture os biscoitos triturados com o açúcar e as nozes numa tigela; bata rapidamente os demais ingredientes no processador de alimentos, deixando alguns pedaços das frutas. Misture o creme à mistura de biscoitos, suavemente, e leve a gelar até ficar firme (umas 3 horas no congelador).
O sorvete da foto não está bem firme, pois ficou tão gostoso que tirei antes das 3 horas para provar!

Mousse de Manga com Calda de Laranja

Mousse de Manga, by Cybele

Mousse de Manga:
1 manga grande, tipo Palmer ou Haden, descascada e picada
1 lata de leite condensado
1 lata de creme de leite
1 envelope de gelatina em pó sem sabor
cerca de 1 xícara (chá) de água morna
Hidrate a gelatina na metade da água e leve ao microondas por 15 segundos em PA, depois junte o restante da água e misture, reservando.
Bata a manga com o leite condensado no liquidificador, depois adicione a gelatina, bata mais um pouco e junte o creme de leite, misturando.
Despeje em forma untada com óleo e leve à geladeira por várias horas ou de um dia para outro.
Desenforme e sirva com geleia de laranja dissolvida ou com calda de laranja, feita com 1 xícara (chá) de suco de laranja+2 ou 3 colheres (sopa) de açúcar+1 colher (sopa) cheia de maisena (amido de milho), que devem ser levados ao fogo lento misturando até começar a engrossar. Use frio.

Bolo de Mexericas, da Claudia & Izolina

bolo de mexericas

Muito aromático, este bolo fará sucesso no seu chá da tarde, com ou sem a calda de mexerica por cima.
Massa:
3 mexericas carioca (*), picadas com casca e tudo (retire as sementes)
1 e 1/2 xícara (chá) de açúcar
2 xícaras (chá) de farinha de trigo
3/4 de xícara de óleo
3 ovos separados, claras em neve
1 pitada de sal
1 colher (sopa) de fermento em pó
Pré-aqueça o forno à temperatura média baixa (entre 180 e 200ºC); unte e enfarinhe uma assadeira retangular média.
Bata as claras em neve e reserve.
Bata no liquidificador as mexericas picadas, com o óleo, o açúcar e as gemas. Acrescente 1 xícara da farinha e torne a bater.
Despeje o creme obtido nas claras em neve, alternando com a farinha e o fermento em pó, misturando muito delicadamente.
Coloque na assadeira e leve a assar por 20 a 25 minutos.
Enquanto assa, prepare a calda:
suco de 4 mexericas polcan
1 xícara (chá) de açúcar.
Leve a ferver e despeje sobre o bolo pronto ainda quente.
Deixe no forno apagado alguns minutos. Depois de morno, corte em quadrados e sirva.
Nota(*): a receita original pede mexericas cariocas, aquelas com a casquinha fininha. Encontrei no “sacolão” algumas mexericas Verona, de uma cor laranja e aroma intensos, que me pediram para serem levadas para casa! Estas mexericas não têm sementes e são do mesmo tamanho que as cariocas.

Nota 2: Tentei fazer o bolo em forma de buraco, tal como mostra a foto, mas não ficou tão saboroso como o preparado em assadeira. Coisas da “alquimia culinária”!


Mexericas Verona, sem sementes.

Bolo de Banana e Chocolate


2 bananas grandes, nanica ou prata, cortadas em rodelas
2 ovos
1 e 1/2 xícara (chá) de açúcar
3/4 de xícara (chá) de óleo
1/2 xícara (chá) de leite
2 xícaras (chá) de farinha de trigo
2 colheres (sopa) de chocolate em pó de boa qualidade
2 colheres (chá) de bicarbonato de sódio
1 pitada de sal
essência de baunilha
Pré-aqueça o forno à temperatura média e unte e enfarinhe uma assadeira média.
Bata no liquidificador as bananas com os ovos, o leite e o óleo. Acrescente o açúcar e torne a ligar o liquidificador; desligue e acrescente 1 xícara de farinha, batendo mais um pouco. Desligue e coloque a outra xícara de farinha com o fermento peneirado e a pitada de sal, misturando com a colher.
Despeje a massa na assadeira e asse por cerca de 25 a 30 minutos.
Boa opção para o lanche das crianças.

Torta mousse de uva

Preparada a base com biscoitos triturados, colocado um recheio cremoso e geladinho, eis uma sobremesa fácil e rápida, leve e muito saborosa. Quer variar? Ao invés de uvas faça com maracujá, ou suco de manga, ou de pêssego, ou…

Torta mousse de uva

Massa:
200g de biscoitos de leite (gosto da marca Piraquê)
80g de manteiga gelada
Triture no processador de alimentos e espalhe a farofa obtida no fundo e laterais de uma forma de torta de aro removível. Leve à geladeira enquanto prepara o recheio.
Recheio:
300g de nata (creme de leite mais consistente)
1 envelope de gelatina em pó, dissolvido em 1/2 xícara (chá) de água morna e levada ao microondas por 20 segundos em PA.
250ml de suco de uvas de boa qualidade (usei o Sinuelo e ficou com aroma de vinho)
Caso o seu suco de uvas não tenha açúcar e se desejar adoçar, acrescente 1 colher (sopa) de açúcar
1 copo de requeijão cremoso suave ou 200g de creamcheese.
Bata tudo no liquidificador ou processador. Coloque o recheio sobre a base de biscoitos e retorne a torta à geladeira para firmar (2 horas).
Cobertura:

uvas de sua preferência (Rubi, Itália, etc), lavadas, retiradas as sementes e cortadas ao meio.
1 pacote de gelatina de uvas, preparada apenas com 350ml de água (para ficar firme sobre as uvas.
Quando o recheio estiver firme, comece a decoração da torta pelo centro, criando desenhos (flores, estrelas, espirais,…). Coloque às colheradas a gelatina sobre as uvas, de modo a cobrí-las parcialmente, e retorne à geladeira para endurecer.
Fica melhor de um dia para o outro, quando sai mais fácil da forma, fica mais firme.
E conforme sua imaginação mandar, substitua o suco de uvas por 200ml de suco de maracujá concentrado, experimentando o açúcar a seu gosto. Ao invés de uvas, decore com as sementes do maracujá.
Da mesma maneira, use também suco de pêssego (250ml) ou manga(250ml) ou igual medida de morangos triturados, decorando com as respectivas frutas.
Não encontro mais no Brasil gelatina de laranja, mas deve ficar muito bom também.

Torta de Bananas, Maçãs e Passas


Fiz esse recheio por ter apenas algumas bananas e maçãs, mas o resultado foi aprovado por todos.
Massa:
120g de manteiga (ou 100g de manteiga+20g de margarina sem sal)
240g de farinha de trigo
4 a 6 colheres (sopa) de leite gelado
3 colheres (sopa) de açúcar
Bata tudo no processador de alimentos até começar a fazer uma bola. Desligue, amasse um pouco com a palma da mão no mármore e leve a geladeira por 30 minutos, ou pelo tempo que você fizer o recheio.
Recheio:4 bananas prata grandes, não muito maduras, picadas em rodelas
2 maçãs gala, picadas em cubinhos
1 punhado de passas de uvas (brancas ou pretas)
1 xícara (chá) de açúcar
1 colher (chá) de canela em pó
1 pitada de noz moscada (opcional)
1 colher (sopa) de manteiga
Leve a manteiga e o açúcar em uma frigideira alta, para caramelar em fogo lento. Quando começar a dourar acrescente as frutas, mexa ligeiramente vez ou outra, para não demanchar as frutas. Quando a banana começar a amolecer, retire do fogo e deixe amornar.
Montagem:
Pré-aqueça o forno a 200ºC, unte uma forma refratária média baixa.
Abra a massa fina em superfície enfarinhada com o rolo, reserve metade para formar um trançado. Forre a forma com a metade da massa, acerte as bordas, coloque o recheio, faça “minhoquinhas” com o restante da massa e trance sobre o recheio, pincelando com leite ou gema de ovo.
Asse por 25 a 30 minutos. Deixe amornar para servir.
Fica melhor de um dia para o outro.

Nota: Em visita ao site da Rede Oba, me deparo no dia 24/07/11 com esta minha receita ali, bonitinha, com algumas quantidades modificadas, mas exatamente a mesma receita e com um detalhe: sem os créditos! (serei eu uma cozinheira telepata??).A internet é um veículo de divulgação e todos compartilhamos informações. Porém é delicado, polido, para não dizer ÉTICO citar sempre a fonte. De qualquer maneira, ao invés de chateada, sinto-me honrada, pois minhas receitas estão aparecendo em vários lugares (Cybercook, Rede Oba,etc). Aos amigos, continuem compartilhando comigo as receitas, o que faço com maior prazer! E quando eu for bem velhinha, lembrem-se de mim, citando que pegou a receita de uma senhora na internet…

Bolo Rápido de Maçãs

3 ovos inteiros
1 e meia xícara (chá) de açúcar
raspas da casca e suco de um limão siciliano
meia xícara (chá) de óleo
2 xícaras (chá) de farinha de trigo
1 colher (chá) de fermento em pó
3 maçãs descascadas e cortadas em fatias
canela e açúcar para polvilhar

Pré-aqueça o forno à temperatura média; unte e enfarinhe uma forma de aro removível.
Bata os ovos, acrescente as raspas de limão, o açúcar, o suco do limão, a farinha e o óleo. Misture a massa e acrescente no final o fermento, sem bater muito.
Coloque as fatias de maçã sobre a massa, do centro para as bordas, formando a decoração que quiser. Polvilhe canela e açúcar e leve a assar por uns 30 minutos.
Sirva no chá das 5h e sinta-se uma duquesa…

Compota de Peras

Aproveitei as perinhas firmes que encontrei no Zaffari e preparei uma compota, lembrando dos tempos da minha avó e tia alemãs, que faziam potes e potes de conservas em casa (memória e saudades da terra natal).
900g de perinhas maduras mas firmes
1 litro ou pouco mais de água
1 xícara (chá) de açúcar
alguns cravos da Índia
pauzinhos de canela
2 anis estrelados
Descasque as perinhas e mantenha-as na água, para não escurecerem.
Leve ao fogo lento com o açúcar e as especiarias, até que fiquem macias.
Esterilize muito bem um vidro de boca larga, fervendo-o por 15 minutos ou mais e despeje a compota nele.
Caso queira, pode adicionar o suco de meio limão, para ajudar na conservação. Feche bem, mantendo a calda da compota até a borda do vidro. Mantenha na geladeira depois de frio.

Comida caseira: bolo de abacaxi

Acredito que muitos destes bolos com o caramelado embaixo e a fruta por cima nasceram do reaproveitamento de alguma delas que já passava do ponto, como uma banana madura ou um abacaxi machucadinho. E como nada se desperdiçava nos áureos tempos, lá íamos nós pra cozinha, fazer bolo com calda caramelada pro lanche.
Eu aprendi a caramelar diretamente a forma na chama do fogão, colocando 2 xícaras de açúcar e 1 de água (esta na verdade pingando aos poucos, a medida que o caramelo vai se formando), com muito cuidado para não haver queimaduras.
 Mas se você quiser fazer separadamente e depois despejar na assadeira, esteja à vontade. Depois, coloca-se fatias de alguma fruta madura, que neste caso foi um abacaxi cortado em meias luas finas.
A massa é a de um bolo mais firme e é colocada sobre a fruta. Assamos o bolo em forno pré-aquecido a temperatura média, por uns 30 minutos mais ou menos.
Esta massa levou: 3 ovos inteiros bem batidos+ 1 e meia xícara (chá) de açúcar (acrescente aos poucos aos ovos e continue a bater) + meia xícara (chá) de óleo (continue a bater) + 2 xícaras (chá) de farinha de trigo (a partir daí só misture com a colher) + 1 colher (sopa rasa) de fermento.
Espere esfriar para desenformar. Este foi cortado na própria forma e servido aos pedaços.