Pintar para renovar

Mesmo com os tempos difíceis, a gente pode fazer milagres com uma lata de tinta e um pouco de paciência.
Pintar um cômodo muitas vezes melhora aquele astral que está meio por baixo, sem mesmo a gente perceber. Já olhou para o seu quarto ou sala com vontade de mudar tudo? Então comece pela cor, que o resto vem junto.
Minha caçula passou da fase “criança” para a fase “mocinha” e o jeito mais econômico que encontrei para mudar o quarto dela foi pintando com dois tons de verde e colocando um barrado adesivo (border) entre as cores, para compor um clima alegre.No local onde foi fixado o border, deixei 10cm, isolando os limites da pintura com a fita crepe, tanto para cima como para baixo. Depois, da pintura feita (duas demãos de cada cor), retirei a fita crepe e fixei o border, seguindo as instruções da embalagem.
(Guarda-roupas já desmontado e primeira mão de tinta nas paredes)

(Pintura pronta, border colocado)
O guarda-roupas em “L” também estava mais atrapalhando do que ajudando, pois uma das partes, a do fundo, era pouco funcional. Pedi ajuda e desmontei a parte menor do “L”, ganhando um enorme espaço para colocar dois gaveteiros e até uma estante corrediça na parte do guarda-roupas que não encostou na parede. Revesti a porta “rosa choque” com um Contact no padrão madeira (escolhido por minha filha), que combinou bem com o piso e até com a cor do quarto. Aproveitei e revesti também a gaveta rosa  e o tampo da mesinha de estudos.

As partes que foram retiradas do guarda-roupas serão transformadas em portas de correr e prateleiras brevemente. Por enquanto, improvisamos com uma cortina no mesmo tom de verde (que eu já tinha), colocada em um varão ajustável, destes encontrados em lojas de material de construção (varão para cortina de box) e, diga-se de passagem, ficou bem prático e bonito:

(porta e mesinha antes do revestimento)
(porta e mesinha, com revestimento Contact)
A cortina da janela do quarto é de tecido leve, branca e lilás. Cria uma luminosidade agradável e é muito prático de lavar.
Detalhe do border utilizado: todos os tons do quarto estão na padronagem.
Custos:
Galão de tinta latex: R$60,00 na cor preparada ou R$50,00 na cor branca+ R$4,00 de corante líquido (tubinho).
Border adesivo: R$ 40,00 o rolo com 10cm X 5m (usei dois e ainda sobrou para uma parede de outro quarto).
Rolo de espuma: R$4,00 cada.
Bandeja de pintura: R$5,00 (ou até uma assadeira retangular, que você não vai mais usar: custo zero).
Fita crepe para isolar as áreas onde não serão pintadas: R$3,00 o rolo.
Então, aproveite a Primavera para pintar aquele canto feio, aquela parede que você não gosta, ou mesmo reformar um móvel.

Anúncios

Docinhos sabor morango

 

Docinhos de morango, by Cybele

Levei estes docinhos feitos com côco, leite condensado e gelatina de morango para as amigas do Ateliê Lahera provarem e os fotografei sobre o pratinho de bolo pintado pela Sandra Lucchesi.
Docinhos sabor morango:
1 lata de leite condensado
1 pacote de gelatina de morango
250ml de água
1 pacote (100g) de côco ralado
1 colher (sopa) rasa de manteiga
Aqueça a água e dissolva a gelatina; acrescente os demais ingredientes e leve ao fogo; não deixe ferver demais, não como brigadeiro que desgruda do fundo, senão ficará muito duro: o ponto é um pouco mais depois de quando começar a fazer borbulhas nas bordas.
Coloque a massa em um prato untado com manteiga e leve à geladeira até o dia seguinte, quando então você poderá modelar, com as mãos untadas, pequenos morangos e passar no açucar granulado. Coloque em forminhas, com uma folhinha para decorar (buxinho ou murta).
E falando na amiga Sandra Lucchesi, tenho em minha cozinha um lindo prato em cerâmica pintada, com motivo da Toscana, uma linda vila ao luar. Muito romântico e inspirador.

cerâmica pintada, By Sandra Lucchesi

Tchau Tania!

Perdemos mais outra amiga de caserna, a SO Enf Tania, que servia no HASP. A Tania foi da primeira turma de graduadas da FAB e durante muitos anos lutou contra um diabetes que a limitou bastante, mas não a imobilizou.
Embora muito doente, sempre se dedicou aos outro e nos últimos anos encontrou na pintura um alento para suas penas.
Mesmo com pouquíssima visão, sequela do diabetes, Tania pintou quadros belíssimos e expos nas Mostras de Artes do HASP.
Sentiremos todos falta de nossa guerreira, mas tenho certeza que os anjos do céu vão abrigá-la muito bem.
Um beijo, amiga, e até logo!